SME promove palestra sobre redução de riscos nas atividades de Engenharia

Por:Mídias
Engenharia

20

dez 2019

Na terça-feira, 10 de dezembro, a Sociedade Mineira de Engenheiros convidou quatro palestrantes para falar sobre a redução de riscos nas atividades de engenharia. A engenheira eletricista, Marita Arêas de Souza Tavares, organizadora deu abertura ao evento.

Inicialmente, o palestrante Johnson Rigueira, abordou o tema de inspeção predial. Nesta oportunidade, citou o grande mercado para esse tipo de inspeção, pois existem cerca de 400 mil moradias com patologias no Brasil. Além disso, quando o síndico de um condomínio encontra algum dano às estruturas, sempre busca uma empresa para tratar o assunto, visto que o próprio não conseguirá identificar o problema.

Palestrante Johnson Rigueira

O segundo palestrante da noite foi o Engenheiro Civil Haydan Amaral Fernandez, o tema abordado foi responsabilidade civil da engenharia e os sinistros da construção civil. Nesse discurso, falou a responsabilidade da profissão do engenheiro, principalmente quando o mesmo assina uma ART (Anotação de Responsabilidade Técnica). Fernandez também comentou sobre acidentes de trabalhos na construção civil e citou como exemplo o “Viaduto Batalha dos Guararapes”, o qual a perícia estudou as causas, para descobrir se houve ou não uma imperícia, negligência ou imprudência no projeto, execução ou fiscalização da obra.

Palestrante Haydan Amaral Fernandez

O especialista em Avaliações e Perícias de Engenharia Kléber José Berlando Martins explicou a importância da inspeção e manutenção predial na redução de risco. Durante a palestra, falou sobre a manutenção preditiva, preventiva e corretiva, e o quão importantes as duas primeiras são para evitar patologias. Além disso, citou o fato da maioria dos acidentes que ocorrem tem como causa a falta de inspeção e uma manutenção feita de forma inadequada.

Palestrante Kléber José Berlando Martins

Após sua palestra, convidou a ex-vereadora e atual presidente do Partido Trabalhista Brasileiro em Belo Horizonte, Elaine Matozinhos. A presidenta do PTB-BH, citou a dificuldade dos projetos de lei que criam uma obrigatoriedade nas inspeções prediais, e isso infelizmente acaba com um aumento dos riscos de acidente em edifícios.

Para finalizar, o convidado Coronel Waldir Figueiredo, subsecretário de proteção e defesa civil da PBH, falou sobre a gestão de riscos e desastres, e como isso afeta a vida da população. O militar citou um exemplo para explicar melhor o fato dos problemas da falta de inspeção, ele diz que “a falta da checagem pode agravar uma patologia já existente e não identificada, e quando esse problema for identificado, dependendo do risco, a defesa civil pode pedir aos moradores para saírem de suas casas para preservarem suas vidas”. O Coronel falou também como a engenharia pode ajudar a mitigar os riscos de desastre e falou sobre as obras na Estação Vilarinho, uma área sujeita a alagamentos, dessa forma os engenheiros que trabalham na obra tentam resolver esse problema para diminuir os riscos de inundação, assim preservando a população de um risco.

Palestrante Coronel Waldir Figueiredo

Faça contato para saber mais sobre Gestão de Projetos.


Compartilhe:

Av Rua Guaicuí, 715 – Bairro Luxemburgo – Belo Horizonte/MG CEP 30380-342

++ 55 (31) 3267-0949

hello@salettoENG.com