CAMARB-BH promove evento sobre Arbitragem em Projetos de Construção

Por:Mídias
Destaque | Notícia

31

May 2019

No último dia 29 de maio os alunos e professores do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Orçamentos estiveram na CAMARB. A Câmara de Arbitragem e Mediação é responsável por favorecer o uso de outros meios para resolução em conflitos.

A secretária de procedimento da Câmara, Bárbara Castro, apresentou o espaço para os alunos e explicou como em geral os processos de mediação e arbitragem ocorrem. Os presentes puderam entender a dinâmica da resolução de conflitos e fazer uma analogia com as atividades de engenharia.

O vice-presidente da CAMARB, o advogado Pedro Ribeiro Oliveira, fez uma palestra com foco em Projetos de Construção e Arbitragem. Nesta oportunidade os alunos puderam conhecer a legislação pertinente, o rito processual da arbitragem e como os engenheiros orçamentistas podem atuar com perícia e dar suporte aos árbitros.

Para a professora do curso, a engenheira Mayra Soares, “Mediação e Arbitragem são necessárias quando ocorre uma contestação contratual, não resolvida de modo amigável, principalmente devido aos claims relativos a custos incorridos acima dos orçados.  Um orçamento bem elaborado, considerando o escopo e os riscos inerentes à atividade, além de levar a elaboração de um preço de venda confiável, vai permitir o efetivo controle de custos e ajustes orçamentários em tempo real, mitigando reivindicações. Neste contexto, visando a formação de profissionais capacitados para atuarem nesta área, a PUC Minas inova com nossa pós em Engenharia de Orçamentos. ”

O aluno Roberto Carlos esteve presente e pode ressaltar: “Penso que o engenheiro orçamentista é importante para elucidar questionamentos referentes à formulação de determinados preços e custos, composição dos valores necessários a reajustes e pagamentos de pleitos sobre os serviços de engenharia debatidos nesses processos e, quando bem embasado e preparado tecnicamente, auxiliar na montagem e apresentação do cronograma mais adequado para cada tipo de disputa, visto que esse é um ponto importante e determinante para a tomada de decisões finais dos processos mediados ou arbitrados”.

“Esse assunto é de extrema importância na Engenharia, principalmente na Engenharia de Orçamento onde estamos não só responsáveis por levantamentos e preços, tanto quanto as interfaces dos contratos, editais e demais documentos”, comentou a aluna Kelly Vitória. Ela ainda lembra que semana passada em um Congresso no CREA, o 10° CEP, foi abordado o assunto, os profissionais de Engenharia são carentes quando se trata em defesa. Ficamos à mercê da justiça comum, do Ministério Público, onde somos julgados por profissionais que não tem a competência técnica condizente.

O Coordenador do Curso, professor Ítalo Coutinho, entende que este tipo de aproximação da academia e do mercado, favorece a ambos. “Visitas técnicas e palestras assim fazem parte da grade curricular do nosso curso, os alunos podem assim gerar networking e conhecerem novas áreas onde poderão atuar como orçamentistas”. Coutinho ainda lembra que nosso estado é referência no tema perícia técnica de engenharia em arbitragem e o mercado está aberto para bons profissionais.

Fotos:


Compartilhe:

Avenida Prudente de Morais, 840 sala 404 Bairro Cidade Jardim BH/MG

++ 55 (31) 3267-0949

contato@saletto.com.br