Como deve ser a Engenharia Básica para Projetos de Biogás?

Por:Mídias
Destaque | Engenharia | Notícia

26

mar 2020

O biogás é originado da biodigestão anaeróbica, ou seja, os micro-organismos degradam matérias orgânicas através da fermentação em tecnologias, como biodigestores, em certas condições de temperatura, acidez, nível de umidade e entre outros. Dentre os resíduos orgânicos e efluentes dessa biodigestão, estão o esgoto urbano, dejetos de suínos, aves, bovinos, resíduos agrícolas, restos de animais e vegetais e de agroindústrias em geral.  

O biogás é um tipo de energia sustentável que, além de mitigar o passivo ambiental de resíduos, tem potencial para a produção de energia elétrica, mecânica, térmica, e geração do biometano (tratado pelo método de purificação e refinamento do biogás) na utilização de combustível. Além disso, na sua biodigestão, o biogás gera um subproduto chamado biofertilizante.  

No cenário brasileiro, essa fonte renovável vem ganhando espaço no mercado, como pode ser percebido pela crescente demanda na matriz energética brasileira. Isso se deve a fatores como: ser um produto de valor econômico agregado, contribuir com geração de emprego em plantas de biogás e requerer condições climáticas de produção compatíveis com a maioria dos Estados do Brasil.  

Para a implementação de uma planta de energia de biogás, é necessário desenvolver um projeto de Engenharia básica, etapa em que a estrutura do projeto é delineada minuciosamente de acordo com as necessidades do cliente. Nessa fase, acontece a visita técnica, a elaboração do escopo com as divisões de pacotes de trabalho, o gerenciamento de contrato, as memórias de cálculo, os balanços de massas, a aquisição de fornecedores, o plano de trabalho com os requisitos do projeto, entre outros documentos importantes.  

Fluxograma – Geração de biogás – Fonte: Bigadan.com 

Vale também ressaltar que, em um projeto de biogás, a empresa contratante deve estar atenta à regularização ambiental; às normas regulamentadoras relativas à segurança no trabalho e à saúde; ao manuseio de gases explosivos; ao aproveitamento energético do biogás para geração de energia elétrica, produção e comercialização do biofertilizante. Além disso, a empresa deve cumprir as legislações federais e determinações que podem variar de cada Estado.   

Dessa forma, é de extrema importância que a empresa realize de maneira técnica e competente o projeto de engenharia básica. Caso contrário, o cliente poderá ter gastos adicionais com mão de obra, equipamentos, manutenção, e, ainda, pode ocorrer o prolongamento do prazo do projeto, causando desgaste e insatisfação do cliente.  

Contribuiu para este texto: 

Domênica Graciosa Fuzato 

Engenheira de Bioprocessos 

Pós-Graduanda em Gerenciamento de Projetos 

UFSJ/PUC Minas 

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/dom%C3%AAnica-fuzato-16b62a112/ 

 

contato Faça contato para saber mais sobre Engenharia.

 


Compartilhe:

Av Rua Guaicuí, 715 – Bairro Luxemburgo – Belo Horizonte/MG CEP 30380-342

++ 55 (31) 3267-0949

hello@salettoENG.com