PARTICIPAMOS: Momento Atual & Impacto nos Custos/ Preços finais de Serviços e Equipamentos Industriais

Por:Mídias
Destaque | Engenharia | Gestão de Projetos

21

abr 2020

WEBINAR: Momento atual e impacto nos custos/preços finais de SERVIÇOS e EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS

Discutir de forma crítica a visão de custo – seus controles, as metodologias de gestão, a visão enxuta que o mercado que nos impõe para sermos competitivos; a orçamentação – elaboração de preços, repactuação dos preços e prazos. Quem pagará a conta? Quem terá melhor resultado?

ATUALIZAÇÃO Maio/2020*clique aqui* para ter acesso ao nosso BOLETIM 001 – Pesquisa sobre Impactos da Pandemia do COVID19 na Gestão de Projetos.

Apresentação dos debatedores:
• Joel Valentini , Engenheiro Civil 32 anos de Formado e Professor da PUC-Mg

• Kleber Dornelas- Engenheiro. 28 anos de experiência em indústria de bens de capital. Nos ultimos 10 anos ele tem se dedicado à area de custos e atualmente é responsável pela Gerência de Orçamento na empresa para a qual trabalha.

• Lucas Fontes- Engenheiro Mecânico, especialista em Lean Manufacturing e Custos Industriais. Experiência de 20 anos em ambientes industriais com atuação em gestão de pessoas e processos. Empreender no setor de franquias, teve passagens nas indústrias Automobilística, Bens de Capital, Linha Branca e atualmente atua na Siderurgia.

• Daniela Darmstadter– Advogada, Consultoria e Assessoria Jurídica _ Contencioso/Preventivo Empresarial – 18 anos de experiencia .

• Eliana Nunes – Economista, especialista em Gestão empresarial e gestão de projetos, Consultora, perita judicial e professora da PUC. Experiencia de 24 anos

IMPORTÂNCIA DO PROFISSIONAL DE CUSTOS NA ORGANIZAÇÃO

QUAIS OS INSUMOS QUE MAIS TEM AUMENTADO?

• Logística, matéria-prima e infraestrutura
• Aumento ou não do custo de transporte/matéria prima
• Infraestrutura – custos fixos e variável
• Maior risco ao negócio pelo aumento de prazo nas entregas
• Head para mitigação dos custos atrelados ao dólar

• Se verifica maior tempo de transporte pelas medidas de restrições tomadas pelo covid-19 e aos atrelados ao Dólar por causa do aumento do mesmo. Visão bens de capital.

• Redução de carga e manutenção da folha Pgto.; aumento do custo por unidade produzida
• Uma vez que a produção foi afetada é preciso balancear os custos industriais, Curva do faturamento precisa ser paralela com a curva dos custos;
• Redesenho do planejamento de produção (seriado x contínuo x lotes);
• Incentivar trabalhos de otimização e redução de desperdícios: Lean (Kankan/Scrum/etc)
• Existem custos de processo para retornar equipamentos. Despesas com mobilização, contratações, alugueis, etc. Pode haver surpresas, perda de capital intelectual, etc e a retomada mais lenta ou mais onerosa que o esperado.
• Novas maneiras de fazer e antecipar os problemas para minimizar os impactos na retomada.

• Orientação de como fazer para manutenção da mdo e em caso de redução de custo de mdo a forma a ter menor impacto na justiça trabalhista
• Não contratação dos mesmos profissionais dentro de um determinado período.

OS CUSTOS ESTÃO SENDO REPASSADOS?

• Os ajustes poderão ter livre negociação entre Contratante x Contratado;
• Os custos deverão ser avaliados como por exemplo a compra de insumos para uma determinada fase da obra que não será mais executada;
• Repactuação do BDI – Retirada de Custos Diretos
• As despesas com uma Desmobilização antes do previsto e uma possível retomada das atividades com nova Mobilização; Importância de fluxo de caixa e análise de cenários. Planos de risco e mitigação
• Desoneração da folha – Impactos

• Registro, documentação para respaldar possíveis demandas judiciais

O QUE DIZEM OS CONTRATOS P/ PROTEGER E PERMITIR AUMENTOS?

Cenário da assinatura do contrato:
• Contratos em andamento – verificar as cláusulas contratuais;
• Contratos novos – quais as clausulas devemos incluir para respaldar negociações. O reequilíbrio físico financeiro do contrato;( proposta técnica X comercial) Esclarecimento/equalização técnica nos contratos regidos pela 8666.
• Avaliação do cenário quando da assinatura do contrato;
• Avaliação de cenários de fluxo de caixa durante elaboração de proposta.

• O repasse desses custos envolve principalmente as questões contratuais – Como estes estão previstos nos contratos? Os itens previstos como: Força Maior e Caso Fortuito deverão ser avaliados.
QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS – Fechamento e Agradecimentos

• Pleitos contratuais;
• Perda de mercado;
• Falência;
• Sucesso na retomada.

IMPORTANCIA DO ENGENHEIRO DE CUSTOS – ENTENDO DAR ENFASE AO CURSO DE PÓS

Pelos artigos 1° ao 14° da Resolução n° 425 de 18/12/98 do
CONFEA, combinada com o Parágrafo 1°dos Artigos 2°e 4°da
lei n° 6.496/77 é obrigatório o recolhimento de Anotação
de Responsabilidade Técnica (ART) pela execução do
orçamento e pelo ocupante de cargo e função orçamentista,
ficando sujeito às penalidades da lei pelo seu não cumprimento.

DIA DO ENGENHEIRO DE CUSTOS

O Plenário aprovou nesta terça-feira (6) proposta que institui o Dia Nacional do Engenheiro de Custos, a ser comemorado no dia 27 de maio. A intenção do Projeto de Lei da Câmara 46/2016 é valorizar esse ramo das engenharias que cuida do custo de uma obra ou serviço.
A proposta, de autoria do ex-deputado Edinho Bez (PMDB-SC), visa homenagear uma profissão focada na elaboração e validação de orçamentos e planejamento de custos do empreendimento para todas as fases da obra, e também na gestão de custos e do fluxo de caixa.
Dados da Secretaria Nacional do Consumidor, de 2013, apontou que 22% das reclamações na área de construção civil e habitação correspondiam ao não cumprimento de contrato por parte das construtoras. Nesse cenário, a atividade do engenheiro de custos torna-se fundamental para assegurar a viabilidade operacional e econômica da obra.
Fonte: Agência Senado

Assista ao webinar:

Leia também:


Compartilhe:

Av Rua Guaicuí, 715 – Bairro Luxemburgo – Belo Horizonte/MG CEP 30380-342

++ 55 (31) 3267-0949

hello@salettoENG.com