Qual a diferença de Set Up, Comissionamento, Start up e Condicionamento em um Projeto Industrial?

Por:Editor Saletto
Destaque | Engenharia | Notícia

14

Maio 2021

Durante a execução dos projetos, são executados os ensaios, o controle da qualidade do serviço e emissão dos certificados de cada etapa. Na sequência, após a entrega do serviço/sistema, vem o Comissionamento.

Comissionamento é a verificação se o que foi executado está de acordo com o projeto. Mas não é suficiente, é preciso ir um pouco além. O comissionamento deve ser executado por pessoas altamente capacitadas, pois além de verificar se o que foi executado está conforme o projeto, analisa se o que foi engenheirado está correto, se não existe falha no projeto (documentação de engenharia).

Condicionamento é a preparação do equipamento ou sistema para entrar em operação. Por exemplo, limpeza das linhas/equipamentos, retirada de ar, injeção de vapor, aquecimento com vapor até determinada temperatura, circulação de produtos etc.
Set up – Se confunde com condicionamento. É a entrada em operação/produção.

 

* CQ: Controle da Qualidade – Fonte: COUTINHO, I. (c) 2021

No Comissionamento e Condicionamento, são verificados e/ou executados os ajustes operacionais nos equipamentos/sistemas, ou seja, o Set up. Se depois tiver necessidade de se mudar uma condição operacional, muda-se o Set Up do equipamento/sistema. Nas manufaturas existe o desgaste da ferramenta e constantemente é necessário ajuste no Set Up da máquina. Na produção contínua, por exemplo refinaria, pode ser necessário o ajuste de Set Up dos equipamentos/sistemas, para cada tipo de petróleo recebido ou para priorizar determinada tipo de produto que se deseja produzir.

Apenas para não gerar confusão: na montagem e antes do comissionamento, você faz os ajustes dos equipamentos/sistemas, de acordo com as variáveis determinadas pela engenharia. Isso pode ser chamado de Set Up da fase de montagem e está correto. Mas, gosto de chamar de Set Up, ajustes para partida/fase operacional.

Ou seja, construir/montar conforme o projeto não dá garantia de se fazer a coisa certa. Por exemplo, uma vez, em uma subestação, descobri que uma proteção do lado A com atuação no disjuntor do lado B. E sabe porque? Hoje existe muito CTRL C, CTRL V, nos projetos.

 

Autor: Joao Mosquim


Compartilhe:

Av Rua Guaicuí, 715 – Bairro Luxemburgo – Belo Horizonte/MG CEP 30380-342

++ 55 (31) 3267-0949

hello@salettoENG.com