Riscos em fachadas sem manutenção: uso de vants (drones) para vistorias e inspeções

Por:Mídias
Destaque | Engenharia

04

Apr 2019

A Prefeitura de Belo Horizonte permite solicitar a fiscalização de fachadas e marquises mal conservadas. Esse serviço é feito para verificar as condições de conservação de fachadas de edificações e marquises. Cabe ao síndico ou responsável pela edificação solicitar anualmente uma vistoria para avaliar as condições e assim promover ou não as manutenções necessárias.

Fachadas e marquises mal conservadas geram grave risco à população. A queda de partes ou pedaços inteiros pode levar uma pessoa à óbito, além de descaracterizar o empreendimento, gerando outras patologias como infiltrações, exposição de ferragens, etc.

Por meio dos vant’s (drones) é possível vistoriar com precisão onde os defeitos se encontram. Além de rapidez, o serviço é seguro e deve ser feito por profissional habilitado tecnicamente, neste caso o engenheiro civil. Os vant’s facilitam o acesso e a captação de imagens gerando um modelo 3d com detalhes das patologias e dimensões com a precisão requerida para os estudos de recuperação.

A tecnologia de imagens associada à boa técnica de engenharia faz com que os ambientes urbanos se mantenham seguros. A capital mineira e seus diversos prédios quase centenários necessita de inspeções periódicas e assim evitar inconvenientes.

Para Alexandre Deschamps, engenheiro, “atualmente é muito comum depararmos com a notícia de um acidente oriundo da falta de manutenção das edificações, principalmente as que possuem mais de 15 anos de idade. A falta do Manual de uso, operação e manutenção de edificações, recorrente na maioria das edificações mais antigas, gera ao usuário das edificações uma falta de orientação no tocante a manutenção das mesmas e isto se torna um fator preponderante para o aumento de acidentes cujo fato gerador é a falta de manutenção predial.”

Deschamps avalia que “com o passar dos anos as estruturas que formam as edificações tendem a perder seus desempenhos, pois as mesmas possuem vida útil finita. A maioria dos acidentes são ocasionados pela perda de desempenho ou por falha construtiva e a melhor forma de evitá-los é realizando a Inspeção Predial, que, aliada a um programa de manutenção evitaria estes indesejáveis acontecimentos.”

Como boa prática, o engenheiro Deschamps orienta: “a Inspeção Predial é a análise isolada ou combinada das condições técnicas, de uso e de manutenção da edificação. Hoje ainda podemos aprimorar cada vez mais as inspeções Prediais das fachadas das edificações devido a um importante aliado nas vistorias, o vant (drone) que aumenta a acuidade das inspeções das mesmas devido ao fato do mesmo possuir condições para fotografar e/ou filmar qualquer área de uma determinada fachada a uma curta distância.”

 


Compartilhe:

Avenida Prudente de Morais, 840 sala 404 Bairro Cidade Jardim BH/MG

++ 55 (31) 3267-0949

contato@saletto.com.br